Com recursos na ordem de R$3,6 milhões, o edital chega a sua terceira edição recebendo acréscimo anual de R$1,2 milhão de reais, conforme compromisso firmado em 2013 entre a Prefeitura e a classe cultural de Salvador. Em 2015, o certame vai apresentar onze áreas culturais, que são Artes Visuais, Audiovisual, Circo, Cultura Digital, Culturas Identitárias, Cultura Popular, Dança, Fotografia, Literatura, Música e Teatro.


Dessa vez, o edital vai contar com três faixas de financiamento, são elas: a) Faixa 1 (orçamento até R$50 mil) - vai contemplar pelo menos 22 projetos, sendo dois de cada área cultural, que devem ter cronograma de execução entre 15 de dezembro de 2015 e 30 de junho de 2016; b) Faixa 2 (orçamento acima de R$50 mil até R$100 mil) – vai atender o mínimo de 11 projetos, sendo um de cada área cultural, que devem apresentar prazo de execução entre 15 de dezembro de 2015 e 30 de junho de 2016; c) Faixa 3 (orçamento acima de R$100 mil até R$200 mil) – vai viabilizar pelo menos sete projetos de quaisquer áreas culturais previstas no Edital, com período de execução entre 15 de dezembro e 30 de setembro de 2016.


Inscrições - Poderão se inscrever no edital pessoas físicas, maiores de 18 (dezoito) anos, ou pessoas jurídicas de direito privado, do campo artístico-cultural, domiciliadas ou estabelecidas no município de Salvador há pelo menos 02 (dois) anos. As inscrições estarão abertas entre 19 de agosto e 02 de outubro de 2014 e as propostas devem ser enviadas por meio de formulário eletrônico, disponível aqui  


Seleção – Serão priorizados projetos oriundos de grupos e coletivos com pelo menos 02 (dois) anos de atividade comprovada em Salvador que contemplem ocupação criativa de espaços não convencionais (praças públicas, parques, ruas, museus, entre outros) da cidade. Não serão selecionados projetos que incluam aquisição de bens imóveis, de material permanente, obras de restauração e reforma de espaço físico.


Histórico – O edital Arte em Toda Parte foi lançado em 2013 e disponibilizou o montante de R$1,2 milhão e viabilizou a realização de 40 projetos, divididos em dez categorias: Artes Visuais, Audiovisual, Circo, Culturas Identitárias, Culturas Populares, Dança, Festivais, Teatro, Música e Literatura. Cada proposta recebeu R$30 mil. Cerca de 60 bairros de todas as regiões de Salvador receberam mais de 1300 atividades culturais, atendendo um público de cerca de 50 mil pessoas.


Conforme planejado pela Prefeitura, a cada ano o edital recebe um incremento de R$1,2 milhão até 2016. Assim, no ano passado, os recursos alcançaram o valor de R$2,4 milhões, o que possibilitou o aumento na margem dos orçamentos dos projetos que ficou entre R$30 mil e R$100 mil. A Fotografia foi adicionada às categorias anteriores, totalizando 11 grupos temáticos. Ao todo 37 projetos foram realizados divididos em 77 bairros e o público total passou dos 72 mil espectadores.